A perfeição no seu prato

A perfeição no seu prato

25.AGO.2014

Com um tamanho de 27 centímetros e com 23 centímetros de diâmetro, necessários para colocar a comida, com uma cama de 5 mm de arroz e outra de 14 centímetros de diâmetro de caril. Estas são as dimensões literalmente perfeitas, que, de acordo com os físicos da Universidade de Warwick, um prato de curry com arroz deve ter para respeitar as medidas estabelecidas pela Proporção Áurea, uma relação matemática utilizada na Grécia Antiga para a construção de grandes edifícios por ser considerada a relação mais simétrica e ideal. O objetivo do estudo era levar à descoberta do mecanismo utilizado para apresentar o prato objetivamente mais agradável a nível visual.

 

Como resposta a esta descoberta, os cientistas da Universidade de Oxford defendem que foi já provado que a Proporção Áurea não justifica o que os indivíduos consideram harmoniosamente bonito e que muitos outros fatores têm influência nessa avaliação: o passado cultural de hábitos alimentares, a fome do individuo que vai ingerir a refeição, o tipo de apresentações que já possa ter visto e até mesmo a sua personalidade. Na verdade, um especialista do Colégio Universitário de Londres garante que as nossas preferências estéticas não são estabelecidas de acordo com os parâmetros da Proporção Áurea e que estas dependem, principalmente, do nosso gosto pessoal. Além disso, dizem também que a Proporção Áurea não tem uma justificação empírica no que diz respeito às preferências estéticas e que a sua utilização deve-se, principalmente, a motivos históricos.

 

Nós, na Joselito, acreditamos que um presunto espanhol deve ser servido de acordo com vários parâmetros  para que se consiga obter uma apresentação agradável e até mesmo potenciar os seus aromas. Portanto, devemos fazer as fatias mais finas e quase translúcidas que combinem as partes magra e gorda para assim desfrutarmos da característica oleosa do produto da Joselito. Apesar destas indicações não obedecerem a regras matemáticas, os resultados não irão, de todo, desapontar.

LINKS