Impressoras 3D: prontas para o consumo

Impressoras 3D: prontas para o consumo

18.JUL.2014

A gastronomia do século XXI não se baseia apenas em cozinhar, mas também em procurar novas formas atrativas e úteis de o fazer. Uma das mais recentes tendências de cozinha tem por base a tecnologia das impressoras 3D. Essas máquinas permitem imprimir objetos em 3D, neste caso concreto – alimentos, com um design previamente selecionado, através de um computador. O processo, seguido por um protótipo de tal tecnologia consiste em preparar, previamente, os alimentos (por exemplo, cortá-los, cozê-los ou triturá-los, se necessário) e em introduzi-los em cápsulas, de modo a transformá-los na “tinta” para imprimir as nossas receitas. Este método fornece muitas opções ao criar novas receitas com qualquer tipo de ingredientes e até mesmo com o Presunto ibérico proveniente de porco alimentado à base de bolota Joselito.

 

Tendo sido, na verdade, concebido para pessoas com problemas de mastigação, também tem sido desenvolvido para preparar comida saudável de uma forma rápida e simples, sem recorrer a refeições pré-cozinhadas ou congeladas. Os produtos utilizados para “imprimir” estas receitas são naturais, podem ser adquiridos em supermercados e não necessitam de ser tratados, previamente, com qualquer conservante para serem cozinhados utilizando este dispositivo. Para além disso, a textura da comida preparada através desta máquina torna muito fácil criar apresentações surpreendentemente belas.

 

Esta é uma nova tecnologia que irá também permitir a combinação e o desenvolvimento de novas texturas, o que é um desejo e uma aspiração de muitos dos melhores chefs do mundo. Por exemplo, Ferran Adrià apresenta essa esperança através da receita especialmente criada para o Joselito LAB Joselito: Consommé gelée Joselito, preparado com gelatina, na qual transforma a textura clássica do consommé num surpreendente gelée. Num futuro próximo, iremos assistir à implementação e desenvolvimento destas impressoras 3D e se irão eventualmente ser bem-sucedidas na tentativa de constituírem um eletrodoméstico comum na nossa cozinha.

LINKS