Combata o stress na cozinha

Combata o stress na cozinha

15.AGO.2014

A vida diária que levamos, por ser rápida e muito preenchida, faz com que seja difícil manter hábitos saudáveis de alimentação ou até mesmo saborear a comida: foi até já provado que as pessoas em stress veem a sua perceção modificada ao saborear os aromas salgados e doces, o que as faz não conseguir identificar os sabores criados com o sal e a glucose.

 

Esta modificação na perceção de sabores tem então um efeito na cozinha, tornando mais difícil avaliar a comida com o paladar. Vale então a pena tentar seguir um estilo de vida relaxado, não só para desfrutar ao máximo da comida como também para fazer com que as pessoas que comem connosco possam desfrutar das nossas receitas. De facto, um estudo da Universidade de Bruxelas afirma que cozinhar é uma boa maneira de satisfazer os outros e de se satisfazer a si. Preparar uma refeição foi comprovado como um bom método de relaxamento.

 

Neste sentido, Alicia Bustos, licenciada em Ciências Domésticas pela CEICID, explica que cada refeição deve ser considerada como um pequeno ritual para que se possa desfrutar da experiência, mesmo que haja pouco tempo para o fazer. Para isso, recomendamos que aproveite o seu tempo livre para organizar o menu da semana. Irá encontrar muitas receitas no nosso LAB que considerará muito úteis ao planear o seu menu. De acordo com a Dra. Bustos, ir às compras de forma descontraída para adquirir mercearias, sem qualquer pressa, permite-nos escolher ingredientes de boa qualidade e dos quais gostamos, além de nos levar a escolher comida dos diferentes grupos alimentares (proteínas, hidratos de carbono, gordura, laticínios) que garantem uma dieta equilibrada. E no seu saco de compras deve estar presente o presunto Joselito embalado a vácuo, já fatiado, para que dele possa desfrutar em casa, com o sabor e aroma característicos do Joselito. Sem esforço ou stress.

LINKS