A textura define a comida

A textura define a comida

08.AGO.2014

Imagine-se simplesmente frente a um prato daquilo que parece ser, aparentemente, um puré de batata. Mas quando o saboreia, o mesmo parece ter um sabor mais salgado do que a batata e uma textura muito mais espessa. Continua a pensar durante apenas alguns segundos até que chega à conclusão de que o aroma lembra o do frango. Sim, trata-se precisamente de um creme concebido com essa carne. Mas sem a devida textura é muito difícil identificar a comida. Um estudo desenvolvido por doutores da Universidade do Estado da Carolina do Norte garante que a textura é tão ou ainda mais importante  do que o sabor quando tentamos identificar os alimentos. Levaram a cabo uma experiência em que trituraram diversos alimentos de modo a que as pessoas pudessem identificar a composição do puré: apenas 40,7% forneceram a resposta certa. De facto, o aroma de um alimento não é suficiente para o identificar se o mesmo não estiver em conformidade com a sua textura.

 

A Sociedade Espanhola de Bioquímica defende que o ato de comer constitui uma experiência multissensorial, ou seja, todos os sentidos (visão, olfato, paladar, tato e audição) exercem influência sobre o mesmo condicionando a perceção que poderemos ter relativamente a um determinado alimento. É por esse motivo que, na Joselito nos preocupamos muito com cada pormenor que envolve o presunto, através de cada passo do processo tradicional de produção, uma vez isso afeta as suas propriedades organoléticas, as quais constituem a chave para atingir o seu aroma inconfundível.

 

Contudo, a textura da comida poderá ludibriar-nos. Outro estudo, publicado pelo The Journal Of Consumer Research afirma que determinados consumidores consideram que os alimentos com uma textura suave e macia são aqueles que contêm mais calorias, comparativamente àqueles que possuem uma textura rígida e dura. Esta perceção deve-se à “tecnologia do toque”, neste caso ao nível oral. De acordo com esse conceito, este efeito é produzido devido à correlação seguinte: se for exercido pouco esforço para mastigar e forem despoletadas grandes sensações no cérebro pelos alimentos (normalmente influenciadas pela quantidade de gordura), mais calórica será a perceção da comida, embora não seja realmente assim.

Em Joselito Estamos conscientes de que todos os sentidos estão envolvidos na experiência de sabor é uma jóia da gastronomia como o nosso presunto ibérico . É por isso que nós nos esforçamos 
para tornar o processo de produção perfeita , de modo que o melhor presunto do mundo é magnífico e um prazer para quem goste.

LINKS